quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Permita-me entristecer

Acho mesmo que o ato de fazer alguém rir, de dar um pouco de alegria pra alguém que precisa é mais prazeroso pra quem dá do que pra quem recebe. Talvez por isso eu me doe tanto as pessoas, por puro egoísmo.
Mas a vida, as vezes parece que nao se simplifica... e eu penso: e se por um acaso eu sou a pessoa quem está precisando de alegria? de alguém pra conversar? pra me mimar? Será que alguém nota? Não quero dizer com isso que peço de volta o que dou. Não. Se existe uma coisa que aprendi, essa coisa foi a de não cobrar nada, isso repulsa. Mas não há como não esperar algo em retorno ... não necessariamente o mesmo que dou, mas algo.
Sim. TORNEI-ME carente, chorona e sentimental, talvez porque só agora tenha começado a viver.
O fato é que me sinto só. Não sei se essa é a real situação, mas sinto. Sinto como se tivesse ajudado todo mundo na festa a se conhecer, se divertir, a formar casaizinhos, mas no final da noite sou a única que vai pra casa
SOzinha.

Bjo
Karla Brito

6 comentários:

Wânyffer Monteiro disse...

E assim a velha história do bobo-da-corte ser o mais triste dos súditos do reino, repete-se.
Permita-se entristecer. Permita-se curtir seu silêncio, sua tristeza, suas lágrimas valorizando sempre aquele que tá do lado, calado, lhe deixando mergulhar em seu momento, mas lhe segurando pela pontinha para não deixar você se afogar nele.

Slow down, u crazy child. Take the phone off the hook and disappear for awhile. It's alright, you can't afford to lose a day or 2...

;***

Camiℓa Oℓiveira disse...

Não se preocupe, você não está sozinha. Já senti isso e, realmente, é horrível você não saber se é você que não percebe a presença dos outros ou se estes, na verdade, estão distantes mesmo.

Mas além de permitir-se entristecer, permita-se, sempre, a partilhar as sensações, esse momento de evasão é fundamental para reduzir as dores e triplicar as alegrias.
Beijão!!!!!

um ser mal-criado disse...

Se eu ti disser: c'est la vie mon ami! vc acharia que estou dizendo oq com isso?

um ser mal-criado disse...

c'est la vie mon ami = é a vida minha amiga

Ícaro Sammpaio disse...

---
como Caetano Veloso canta:
"... quando a gente gosta é claro que a gente cuida..." - continue desse jeito, pois com certeza, quando menos esperar, receberás o cuidado e o carinho de volta.

: )

milo disse...

K... gosto de seus textos... estao cada vez mais massa... heheh
bjo