domingo, 28 de setembro de 2008

Dá pra mudar o disco?

Ow chatice! Queria ter outra saída, amar outras pessoas, dedicar corações desenhados no caderno pra outra pessoa, me permitir sonhar com outro beijo, pensar em outra coisa, que não seja quando vou te ver de novo.
Queria amar alguém e sentir o amor de volta. Sem jogo. Queria ouvir palavras que não tenham mais de um significado. Estou cheia dessa babaquice. Quero alguém que eu não precisasse fingir, que não precisasse medir palavras, que não precisasse pensar antes de falar, queria ser eu. Isso você não permite.
Eu já desisti de você, mas o meu inconsciente continua sonhando, pensando e tontamente esperando.

bjo
Karla Brito

3 comentários:

J. Lira disse...

Por uns momentos pensei que escrevi isso. Será alucinação ou meu pensamento está tão conectado assim ao seu. Bom... confio na segunda opção.

=*

Camiℓa Oℓiveira disse...

Eu também gostei muito e que bom ter esse texto aqui, para ser possível lê-lo mais uma vez.

­­Luana Silva disse...

Kaaaaarla, como assim?
depois que li esse tecto pensei: "achei. é esse o texto que me traduz nesse exato momento."
arraasa, garota! ;*